Negativa de Pagamento por Doença Preexistente.

Limpar Nome no SPC Advogados em Porto Alegre

Negativa de Pagamento por Doença Preexistente.

Sabe-se que quando da contratação do seguro há a apresentação de um questionário pela seguradora, em que consta inúmeros questionamentos a serem respondidos pelo contratante.

Dentre os questionamentos elencados, consta o item em que o segurado deverá esclarecer se está acometido por alguma doença ou se já veio a sofrê-la.

Tal questionamento tem sido utilizado pelas seguradoras para a abstenção do pagamento da cobertura em caso de resposta positiva, caso o segurado venha a óbito exclusivamente em decorrência daquela doença.

Assim, o que vamos tratar nesse momento é o de cientificar e informar o beneficiário do seguro de vida, de que a seguradora deverá trazer tal alegação apenas se esta estiver calcada na nítida demonstração de má-fé do contratante, bem como na realização de prévios exames à contratação.

Nesse sentido, é importante referir que cabe à seguradora o ônus de provar que no momento do preenchimento da proposta de seguro o contratante tinha pleno conhecimento da doença que lhe acometia ou que lhe acometeu e, tal omissão será, portanto, considerada de má-fé acarretando o não pagamento da cobertura.

Além da comprovação de má-fé, segundo entendimento do Superior Tribunal de Justiça, a seguradora não pode eximir-se do pagamento da indenização securitária, sob a alegação de doença preexistente, se não exigiu a, tampouco realizou exames médicos previamente à contratação.

Portanto, caso o beneficiário solicite administrativamente a regulação do sinistro e, o pagamento de cobertura por morte do segurado tenha sido negado com base em doença preexistente sem que haja indícios de má-fé e realização de prévios exames à contratação, poderá ingressar judicialmente para pleitear os valores.

Diante disso, o que se extrai da informação repassada é o seguinte:  a) ausentes os indício de que a seguradora tenha efetivamente averiguado o estado de saúde do segurado no momento da contratação; b) não comprovado o dolo ou a má-fé por parte do falecido; a indenização securitária é devida ao beneficiário do seguro de forma inconteste.

Problemas com seguros?

Entre agora em contato com a equipe da Turnes Advogados e veja o que nossa equipe pode fazer por você.

Limpe seu nome sujo no SPC / Serasa - Advogados em Porto Alegre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *